Murtosa Revisitada

A História, como ponte entre passado e futuro, é uma imagem que nos transporta para a ideia que o conhecimento e reflexão sobre o passado, é absolutamente necessário para compreender de forma mais adequada o presente, bem como de construir o futuro.

2006/03/22

1906 Fevereiro de 1988


Esta nossa incursão pelos arquivos tem por enquanto ainda girado um pouco em torno dos anos 80, finais da mesma década, uma vez que foi por onde começou a digitalização e, claro, ainda nem essa década ainda está terminada.
Serão, deste finais dos anos 60 os jornais mais fáceis de digitalizar, dado o tamanho da página ser um A3, pode o mesmo trabalho ser feito fácilmente com um vulgar Scanner do mesmo tamanho, o resto, mais RImms, menos RImms, mais Gigahertz, menos Ghz, penso que com 3 terabytes consegue-se compôr o Baú.
Daí para trás, a mancha cabe num A3, mas o tamanho é um centímetro maior.

E finalmente desabou a carga policial sobre a população das Quintas, depois do corte de estrada, e sensivelmente um ano antes do actual quartel dos Bombeiros estar pronto, antes da posterior ampliação.
Memórias refrescadas, lá foi o Portugal da Fonseca a mais festas nos Estados Unidos e Canadá a favor da construção do mesmo Quartel.
O Editorial, curiosamente já apontava em 1988 que o Plano de Actividades e Orçamento da Câmara Municipal para a construção da marina na Torreira e da piscina, contextualizando a tradição dos desportos náuticos e da natação nas colectividades da Murtosa, lacuna que ainda hoje se nota.

2006/03/15

nº 1905 - Janeiro de 1988



E agora, parte da raíz do problema que aconteceu posteriormente com o corte de estrada nas Quintas.
Ainda me recordo que por essas alturas era um bom negócio ter uma oficina, de tantas suspensões que se partiram devido ao mau estado da En327, que até já tem desde há uns dias tido umas "visitas" de técnicos do famoso IEP, Instituto (um dos vários "monos" da administração pública) das Estradas de Portugal, para então ver se de uma vez por todas se procede ao alargamento, com a construção de uma pista ciclável...
O retrato que se observa no canto inferior esquerdo, ainda é familiar a maioria das pessoas, trata-se do sr. Manuel "Capadeiro", a propósito da sua reeleição para a direcção da Cooperativa Agrícola Bunheiro-Murtosa, cargo que desempenhou por alguns anos.
É uma instituição que por si e pela actividade que representa, terá que dar que falar nos próximos tempos para de uma vez por todas se abandonar aquela ideia que desde o 2º surto da peripneumonia, a maioria dos agricultores defende: "Quem lhe comeu a carne, que agora lhe chupe os ossos..."
Ao lado, temos uma chamada, para aquilo que muito foi importante e intrínseca parte da história das nossas valências e que decerto, ainda terão muito para dar para outros fins que o justificam: as angariações de fundos nas Comunidades.

2006/03/10

Nº 1907 - Abril 1988



Ora cá está mais uma, que nos "chama" para o realizador do "Bárbara", para os amigos mais conhecido pelo "Alfredo Tropa", que até já deu o nome a uma rua na Murtosa.
Pertenceu aos quadros da RTP, e segundo esta notícia passou uma temporada em Macau.
Assistimos também aqui ao aparecimento do Clube de Caça e Pesca da Murtosa, com a figura do saudoso sr. Aurélio Nunes que viria a falecer trágicamente de acidente de viação algum tempo depois.
Outra coisa, que foi o lead da edição, prendeu-se com a sugestão da criação do Pelouro da Emigração na Câmara Municipal da Murtosa por parte do ainda hoje (ou se não é deixou-o de ser há pouco tempo), Cônsul Português em Waterbury, Manuel Tavares da Fonseca.
Actualmente, existe o Gabinete de Apoio à Emigração de que já foram divulgadas as respectivas funções e competências.
Outro episódio interessante da nossa história recente, a carga policial que houve nas Quintas do Norte, aquando do corte da nacional 327, nos tempos áureos da extracção de areias em S. Jacinto, coisa que fez correr bastante tinta ao longo de alguns anos.

2006/03/07

nº 1920, de 30 de Junho de 1989



Esta, é a primeira 1ªPagina que aqui coloco, sobre a qual podemos apontar três chamadas interessantes, a primeira, sobre o Complexo Árabe, quando no tempo do Presidente Portugal da Fonseca reverteu para posse do município, para 4 anos depois ser finalmente pelo eng. Augusto Leite, e ainda antes deste sequer sonhar que iria ser eleito Presidente da Câmara Municipal da Murtosa poucos meses depois...
O segundo, salta à memória o nosso amigo João Belo, quando ainda usava bigode, adereço que abandonou nem há meia dúzia de anos, quando editou o seu Single Sonho, quatro anos antes do CD da Eterna Fantasia. E o próximo Festival da Canção, para quando será?
Igualmente se destaca que os convívios de verão de emigrantes sempre existiram e existirão, concerteza, e que não é sempre que alguém atinge a provecta idade de 100 anos...

2005/07/19

Murtosa Revisitada

A História, como ponte entre passado e futuro, é uma imagem que nos transporta para a ideia que o conhecimento e reflexão sobre o passado, é absolutamente necessário para compreender de forma mais adequada o presente, bem como de construir o futuro.
No ano em que a Murtosa e o Jornal "O Concelho da Murtosa" completam o seu 80ª aniversário, é uma boa oportunidade de ir efectuanto umas incursões ao nosso "baú virtual", que, de forma absolutamente gradual, compassada e sobretudo "low profile", tem sido enchido com as nossas páginas do passado, com a ajuda dos parcos meios humanos e tecnológicos que sustentadamente dispomos para o efeito.
Não se pretende com o mesmo ou com este Blog, utilizar o passado como arma de arremesso, ou pretender transformar a vastíssima e variada informação numa espécie de filão causídico, apenas partilhar e embrionar futuras formas de o partilhar, já que as noções de passado e memória parecem tocar tão fundo no consciente colectivo.
Aqui começarei a partilhar com regularidade, antigas primeiras páginas e a reflectir sobre o que nelas vem noticiado, o que apartir daí, dará "pano para mangas" em reflexões, recordações e... memórias de quem lá realmente esteve... e aqui quiser partilhar sériamente algo, que até possa dar livros ou produtos multimédia.